MENU

sábado, 11 de abril de 2015

MISSA SEMANAL

Nossa jornalista Rejane Menezes solicita algumas palavras sobre a história da Missa das onze horas, aos domingos, na Igreja das Fronteiras.
O que me consta é que dom Helder começou a celebrar a Eucaristia aos domingos em ‘sua’ Igreja depois de ele se tornar arcebispo emérito da Arquidiocese de Olinda e Recife, o que ocorreu em 15 de julho de 1985. O horário da Santa Missa (como ele gostava de dizer) era oito horas.
No mês de julho de 1994, ele, enfermo, ficou hospitalizado. Depois de receber alta e voltar para casa, sua dedicada secretária, dona Zezita, pediu a alguns padres para acompanhá-lo em suas celebrações diárias em sua própria casinha, os participantes sentados em torno da mesa. Eu iniciei este serviço fraterno no dia 25 de julho de 1994.
Na continuação da história aconteceu que o próprio Dom, no mês de outubro do mesmo ano, sugeriu retomar as Missas dentro da Igreja, e em determinado momento me perguntou se queria ajudá-lo, também, aos domingos às oito horas. Respondi que aos domingos, sim, mas o horário seria um pouco difícil para mim. 

Então, ele falou: “Diga você a hora”. Retruquei: “Às onze horas?”. E assim aconteceu. Celebramos com o Povo de Deus, pela primeira vez, no domingo 30 de outubro de 1994. 



Celebração da Páscoa com um grupo de idosos, no SENAC, em 25 de abril de 1995
Tive o privilégio de estar ao lado de nosso Profeta até a sua Grande Viagem em 27 de agosto de 1999. Por solicitação da diretoria do IDHeC (na época ainda Obras de Frei Francisco – OFF) continuei presidindo a “Missa das onze do Dom” até o domingo 24 de março de 2013.
Padre João Pubben



As Celebrações aos domingos, na Igreja das Fronteiras, continuam, sempre às 11h da manhã, reunindo o que é chamada de "comunidade das Fronteiras", com participantes vindos de várias partes da Região Metropolitana do Recife. 

Com a volta de Padre João Pubben para a Holanda, as Celebrações ficaram sob a responsabilidade de Padre José Augusto, que celebra três domingos no mês, ficando a celebração do último domingo do mês ao cargo do monge beneditino Marcelo Barros que celebra a “Missa da Partilha”.


Celebração da Missa da Partilha

Nenhum comentário:

Postar um comentário