MENU

sexta-feira, 1 de maio de 2015

O INESQUECÍVEL DOM HELDER

* Padre Edwaldo Gomes



"Vamos fazer o elogio dos homens ilustres, nossos antepassados através das gerações. O Senhor neles criou imensa fama, pois mostrou Sua grandeza desde os tempos antigos" (ECLO XLIV, 1 e 2). Assim começa o capítulo de Eclesiástico e faz o elenco de mais de duas dúzias de homens ilustres que marcaram a história do Povo de Deus no Antigo Testamento. Hoje como ontem fazemos bem recordar nomes de nossa história que muito dignificaram o nosso tempo. O nosso querido e inesquecível Dom Hélder Câmara é um destes cuja memória é uma bênção! Eu estou certo de que a celebração do seu nascimento trará para a nossa Igreja e para o nosso Brasil uma enorme energia positiva de que tanto precisamos. Na verdade, os maus exemplos de tantos religiosos, em todas as esferas da hierarquia e os escândalos provocados por maus brasileiros no Executivo, no Legislativo e até no Judiciário tem sido para os bons cristãos e bons brasileiros motivo de enormes sofrimentos e não pouco desânimo em nossa caminhada.

Dom Hélder, o professa do Século XX, marcou presença com o seu exemplo, suas palavras e seus escritos. O DOM, como o chamávamos carinhosamente, foi realmente um homem singular! Como "homem de Deus" viveu profundamente o seu sacerdócio e elevado à dignidade episcopal exerceu o novo ministério que a Igreja lhe confiava como um serviço a Deus e aos homens sem se deixar possuir pela vaidade que as honrarias do cargo lamentavelmente proporcionam. Foi um Bispo de visão larga, de olhar perspicaz, capaz de enxergar longe o futuro e não se deixava prender às coisas acidentais, tão comuns em certos eclesiásticos.

Foi um homem essencial! A sua formação humanística fez dele um religioso profundamente humano. A expressão "pastores de almas" não fez parte de seu vocabulário, pois ele se entendia pastor de homens e humano na sua totalidade de corpo e alma. Esta maneira de ser do PROFETA o fez, como pastor dos homens e mulheres, um extraordinário cidadão presente a tudo o que pudesse interessar ao Brasil. Não se limitou à Sacristia e o mundo contou com a sua presença como excelente companheiro em busca de um mundo melhor. Como desejou uma sociedade de irmãos onde não houvesse opressores e oprimidos mas todos filhos de Deus! Que a celebração do seu centenário faça surgir homens novos para um Brasil novo!

* Padre Edwaldo Gomes é pároco de Casa Forte

Texto publicado em 2009, no JC Online, durante as comemorações do Centenário de Nascimento de Dom Helder Camara.

http://www2.uol.com.br/JC/sites/sementesdodom/artigos.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário