MENU

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

VEM, SENHOR, VEM


Em tempos de Advento, um poema de Dom Helder para nossa reflexão:



Não Te peço a vinda à terra
- onde chegas em cada Missa,
Onde estás em cada Sacrário,
Onde vives em cada Pobre...

Não te peço a vinda a mim
Pois desde o batismo
Somos um

A vinda que Te peço hoje
É a Tua vinda
À tona de meus olhos,
De meus ouvidos,de meus lábios,
De minhas mãos...
Escuta comigo,
Fala pelos meus lábios
Age por minha conta

Meditação do Padre José


Nenhum comentário:

Postar um comentário