MENU

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

ENCONTRO NA NOITE



O vento forte, a chuva intensa e o frio não impediram que Dom Helder deixasse sua casa, tarde da noite, para visitar um doente. Havia recebido o pedido de uma família e não poderia faltar. Na rua, não encontrou táxis circulando com facilidade. Eles demoravam muito a aparecer e a chuva, cada vez mais forte, o incomodava demais. Mesmo assim não cogitou desistir, afinal tinha pressa em atender ao chamado de uma pessoa aflita, precisando de sua presença. De longe avistou um táxi, mas como estava ocupado nem pensou em chama-lo para pedir uma ajuda naquele momento. Entretanto, o carro lentamente se aproximou calçada e, de dentro do veículo, uma voz de mulher lhe ofereceu ajuda.

- Dom Helder, o senhor não quer seguir neste táxi?

Como tinha pressa, aceitou de imediato o convite. A mulher, então, desceu do carro deixando-o disponível par ao bispo. Mas ele não permitiu.

- De jeito nenhum – disse-lhe – não quero incomodá-la!

- Mas faço questão de descer, insistiu a mulher descendo do táxi.

Compreendeu tudo. Era uma prostituta que, num gesto delicado, procurava não comprometê-lo. Adotou uma atitude firme.

- De modo algum! Somos todos irmãos. Faço questão de sentar ao seu lado.
No caminho, a mulher resolveu falar da sua vida.

- Foi Nossa Senhora que o enviou. Ontem, como sabe, foi o dia da festa que a homenageamos. Eu estou muito doente e posso morrer de um momento para o outro, por isso implorei a Nossa Senhora que me arranjasse um encontro com o senhor. Olhe aqui, tenho comigo seis sacolas, e em cada uma delas há um retrato seu! Eu não mereço, mas, em nome do meu pastor, lhe rogo que tenha piedade de mim!

Ele ficou comovido com a humildade e fé daquela senhora que acabara de encontrar na noite chuvosa. Lembrou-se, imediatamente, do encontro de Jesus Cristo com a mulher pecador. Agradava-lhe a ideia de vê-la transformada numa espécie de apóstolo, ao regressar para a sua aldeia e anunciar a vinda do Messias. “’E triste e terrível a vida que levam. A coitada nem se julga digna de encaminhar por si mesma uma prece ao céu. Agarrava-se ao seu pastor”, pensou. Disse-lhe então:

- Antes de lhe dar a minha resposta, gostaria de mostrar uma passagem do evangelho de Jesus Cristo:


E apontou para o trecho onde se diz que “as prostitutas vos precederão no reino dos céus”.

Fonte: Livro ALÉM DAS IDEIAS - do jornalista Félix Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário