MENU

quinta-feira, 9 de junho de 2016

UM OLHAR SOBRE A CIDADE: CATECISMO DA ECOLOGIA

A Semana do Meio Ambiente terminou mas a preocupação e as ações para preservação do Meio Ambiente não acabaram. Elas continuam por todo o ano. Vale recordar mais uma crônica de Dom Helder, lida no programa UM OLHAR SOBRE A CIDADE, há 37 anos.



Sexta-feira, 5.10.1979

Meus queridos amigos

Quer dar um presente a si mesmo? Compre o Catecismo da Ecologia de J. Vasconcelos Sobrinho, publicado pela Editora Vozes. Você verá quanto conhecimento é possível adquirir, quanto conhecimento prático e da maior utilidade.

Permita alguns exemplos: J. Vasconcelos Sobrinho recorda uma frase de Shakespeare, que se ouve em Romeu e Julieta: “Nenhum ser existe sobre a terra, por mais vil que seja, que não faça a terra algum bem”. É lindo ver como Vasconcelos Sobrinho apresenta a utilidade da abelha, mesmo sem se referir ao mel e a cera que ela fabrica.

Interessantíssimo como ele prova a utilidade dos sapos — o maior destruidor de insetos que a natureza criou... Parece incrível que para evitar a febre de exportação de peles de sapos, o único caminho foi obter do presidente dos Estados Unidos, a proibição de importação de peles de sapos...


J. Vasconcelos Sobrinho não conta história pela metade; ao comentar o mal causado pelos pesticidas chega até as multinacionais, que impingem pesticidas a ponto de a gente nem notar que está sendo enrolado.

Claro que no Catecismo da Ecologia não podia faltar um capítulo sobre as diferentes poluições. Impressionante, digno de leitura e releitura, digno de discussão com os jovens, é o exemplo de poluição combinada que Vasconcelos Sobrinho apresentava: a discoteca!...

A energia nuclear recebe as graves reservas que merece. Causa dó sentir a vaidade do Brasil ao firmar seu pacto nuclear com a Alemanha, sem sequer desconfiar que a velha Germânia se descartava, a nossa custa, de um abacaxi de proporções incríveis.

Tudo o que é dito sobre recursos naturais renováveis ou não, tudo o que é dito sobre biosfera, precisa chegar a todos. Será que Vasconcelos exagera quando aponta na desertificação o mais grave problema ecológico do Brasil?...

O 12º  mandamento que ele sugere é, de fato, o 11º . Cristo ao resumir os 10 Mandamentos em amor a Deus e amor ao próximo, não criou um novo mandamento. Ele deu incomparável visão positiva das 10 negativas confiadas a Moisés.

É comovente relembrar o Hino ao Sol, ao ver São Francisco apresentado como o Patrono da Ecologia. É belíssima a oração do ecólogo.


Quer dar um presente a si mesmo? Compre o Catecismo da Ecologia de J. Vasconcelos Sobrinho, publicado pela Editora Vozes.

***Esta crônica e muitas outras do programa UMA OLHAR SOBRE A CIDADE podem ser encontradas no livro MEUS QUERIDOS AMIGOS à venda no IDHeC: 


http://institutodomhelder.blogspot.com.br/search/label/vendas

Nenhum comentário:

Postar um comentário