MENU

quinta-feira, 4 de maio de 2017

POEMAS: ACABA DE MORRER




Dizem, Mãe,

que partiu da terra

carregado de manchas

e tu sabes

que nada de manchado

entra no céu.

Refúgio dos pecadores,

o pó no chão é feio e sujo.

Mas lembra ouro dançando numa réstia de luz.

depressa, Nossa Senhora,

a poeira que partiu da terra

deve estar chegando aí!


Florianópolis, 9.1.1950


Nenhum comentário:

Postar um comentário